Blog

Dia Mundial da Poesia

No Dia Mundial da Poesia, deixo aqui uma das minhas, um pouco de mim.

Eu

Meu coração mapeado no papel
É um atestado com necessidade diária
A caneta é um simples instrumento de veiculação
Serve para chegar até lá
Nele me coloco e me exponho
Me revivo
Me declaro
Me publico
E tiro a roupa sem vergonha
Na insana vontade de escrever meu ser
Eu, Claudia, uma mineira carioca
Que vive e ama São Paulo

Seja o primeiro a enviar uma mensagem.

Escreva

 

Itens com * são obrigatórios.
%d blogueiros gostam disto: